.


quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

JACOBINA: DÉCIMO TERCEIRO DE VEREADORES E SECRETÁRIOS TRARÁ IMPACTO DE QUASE 250.000 AOS COFRES DO MUNICÍPIO

Imagem relacionada

03/12/17- Reeditado- Já é conhecido de todos o chororô dos prefeitos de todo país em busca de mais recursos para custear as despesas dos municípios. Em outubro deste ano Mais de 350 prefeituras baianas fecharam as portas  para denunciar a grave crise financeira que afeta os municípios, prefeituras estas sem condições de pagar a folha de pessoal e manter serviços de saúde, educação e assistência social. Os prefeitos de toda a Bahia, inclusive o de Jacobina, Sr Luciano Pinheiro, se reuniram em Salvador para uma marcha, organizada pela União dos Municípios da Bahia (UPB), que começou no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Mas para a Câmara de Vereadores de Jacobina, a primeira da Bahia a ter coragem de criar e votar em tempo recorde, apenas 8 dias, a Lei que beneficia aos próprios edis com 13º terceiro salário, nada disso interessa. Com a nova Lei, a mesa diretora e a casa Legislativa impõe aos cofres públicos uma despesa extra de, nada menos que R$ 240.000, isso mesmo, quase um quarto de milhão de reais, isso sem contar com o terço de férias. O interessante é que vale lembrar que nesta mesma sessão a Câmara autorizou que a prefeitura de Jacobina contraia empréstimo de R$ 730.000,00 para que o gestor consiga cumprir o pagamento da folha, caso contrário o município iria ficar inadimplente com seus servidores, o que no mínimo, mostra uma enorme dicotomia entre as duas decisões, uma para tirar o município do risco de inadimplência com a folha, e outra para aumentar a despesa da cidade em quase 1/4 de milhão de reais.

A pergunta que fica é simples e direta; como a Câmara de Vereadores, que vê hoje a prefeitura pedir arrego de R$ 730.000,00 paga pagar a folha, impões a esta mesma gestão uma despesa extra de praticamente 1/3 deste valor a título de se pagar 13º para vereadores, prefeito, vice e secretariado? Será este o momento propício para isso? Será que os nobres vereadores estão vivendo em outra cidade, a Jacobina do Piauí, por exemplo? E o mais importante; será que os vereadores pensaram, pelo menos por alguns segundos, no que o povo, que eles representam, ou pelo menos deveriam representar, iria achar?

Resta agora aguardar o posicionamento do Exmo Prefeito Luciano Pinheiro. A cidade aguarda sua decisão. Veta ou sanciona? Se vetar, para a população ficará claro que a coerência prevaleceu, se não, deixará tácito que, ao assumir mais R$ 240,000 em despesas, este empréstimo de R$ 730.000 não era tão necessário assim. E a bomba continua chiando ;

Shshshshshshshshshsshshshshsshshshshshshshshs


Emerson Rocha / Bahia Acontece

Confira o valor dos salários de cada secretário, prefeito e vice em Jacobina


Prefeito Luciano Antônio Pinheiro R$ 16,000,00
Vice-prefeito Clériston Moreira da Silva R$ 8000,00

Secretária Municipal da Administração Geral: Maria da Conceição F. da Silva Lopes R$ 8000,00
Secretário Municipal da Educação e Cultura: André Luiz Mota Sampaio R$ 8000,00
Secretária Municipal da Saúde: Mariana Rocha Valois R$ 8000,00
Secretária Municipal da Assistência Social: Aline Carvalho Maia Pinheiro R$ 8000,00
Secretário Municipal da Agricultura: Vlamir Oliveira Figueiredo Mendes  R$ 8000,00
Secretário Mun. de Planejamento e Desenvolvimento Econômico: Aline C. M Pinheiro R$ 8000,00
Secretário Municipal de Finanças: Nadson Roberto Sampaio Souza R$ 8000,00
Secretário Mun. de Infra-Estrutura, Des. Urb. e Serv. Públicos: Rodrigo Jacobina Santos R$ 8000,00
Secretário Municipal de Esporte e Lazer: R$ 8000,00
Secretário Municipal de Meio Ambiente: Daniel Moura Carvalho R$ 8000,00

Vereadores: 136,000,00

TOTAL : 240,000,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário